terça-feira, 18 de julho de 2017

Vejam como Rufino Silva fazia sua campanha política para vereador...

Vejam como Rufino Silva fazia sua campanha política para vereador... Com condições financeiras limitadas, praticamente lizo, mas com Deus no coração e uma simplicidade que era meu carro chefe. Ainda fui eleito duas vezes e na terceira disputa, consegui uma honrosa terceira suplência. Pena que o prefeito não era o Antônio Cláudio, pois agora ele chama o terceiro lugar. Prefeito do bom coração. Tá bom, deixei minha marca e saí de cabeça erguida. Vejam eu no meio do povo. Na feira, pedindo voto, sem medo de ser feliz. Obrigado meu Deus. Uma lição sobre política, que aprendi. Entrei pelos amigos e não saí pelos inimigos políticos... Hoje, 15.07.2017.

LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

sábado, 15 de julho de 2017

Minha mãe. Minha heroína...

Minha mãe. Minha heroína... Dona Rocilda. Dois anos e um mês, sem seu sorriso, sem seus abraços. Enfim desde esse dia 14.06.2015, fiquei metade da metade. Morri em parte, morreram todos meus sonhos e uma angústia me invadiu o peito, perdi todos os meus encantos. Morri um pouco mais... desde esse cruel dia, fiquei fragilizado quase por total e um vazio invadiu...me o peito de nostalgia e de uma saudade infinda, arrasando esse meu triste viver e deixando marcas que vão se perpetuar para sempre. Mamãe, a senhora nos faz uma falta jamais enfrentada por mim. Mamãe eu hoje acordei chorando e sua imagem jamais e em tempo algum vai se afastar de seus filhos, principalmente nos momentos de saudade é de longas tristezas... Amem. 14.07.2017.

LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

terça-feira, 11 de julho de 2017

Bruna Marquezine arrasa dançando 'Paradinha' da Anitta

..



Bruna Marquezine dança 'Paradinha' em iate e Neymar curte vídeo

Atriz e assessor gravaram cena em Ibiza
VEJA MAIS...

É manhã. É fim de inverno.

É manhã. É fim de inverno. Uma finíssimo neblina cai em minha localidade. Araçoiaba. Cidade de meus amores. A cidade onde comecei delinear pedaços de sonhos. Uns reais. Outros se transformaram em pesadelos e gritos sufocados por ilusões perdidas. A neblina teima em cair e esses finos pingos d'água, molhando meu rosto, como se estivesse se misturando com minhas lágrimas nesta manhã dessa leve chuva, molhando meu rosto, molhando minha alma... Hoje. Terça. 11.07.2017




LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

sábado, 8 de julho de 2017

Se um 45 já é bom... Imagina três.

Sidney Guedes, Rufino Silva e
Telmo Amaro
Se um 45 já é bom... Imagina três. Eles formam um verdadeiro trio parada dura. Um trator turbinado é aquele coração cheio de amor, esperança e acima de tudo, com Deus no coração... Memorizem os nomes desses astros... O ex vereador Dr. Sidney Guedes, Radialista Rufino, FM Maior, 93,3, também vereador por três vezes é o melhor diretor do Hospital de Araçoiaba e Regional, Telmo Amaro, o couver do Sidney Magal, dos anos dourados. Hoje. 06.07.2017. Sim, já ia me esquecendo, Estamos com o chupador de mangas, prefeito Antônio Cláudio, escolhido dentre mais de cinco mil prefeitos do Brasil, o 58 melhores do país e o quinto do Ceará... Pesquisa Nacional de Estatística... Um verdadeiro colecionador de títulos e conquistas. Aracoiaba, 07.07.2017... Redigido.

LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

terça-feira, 4 de julho de 2017

Raramente visito o quintal da casa de minha mãe, falecida há cerca de dois anos e quase um mês...

Raramente visito o quintal da casa de minha mãe, falecida há cerca de dois anos e quase um mês... Nesse mesmo local, funcionava um jardim que era a cara dela, dona Rocilda... Era seu ponto de apoio e de um aconchego cheio de ternura e amor. Cada rosa, cada flor, significavam mais uma emoção é um sentimento a escorrer bem no recondito de sua sensibilidade e determinação... Confesso que chorei e lamentei esse abandono cruel nesse jardim, antes alegre e festivo. Observei de maneira melancólica e cheio de recordações essas cenas que me definharam nesse fim de tarde e logo depois, me deparei com o mato silvestre, no lugar das alegres flores do jardim da casa de dona Rocilda, ontem o perfume marcava presença aos que frenquentavam esse local, outrora cenários de sonhos e doces recordações, hoje calcada de dores e sofrimento. 04.07.2017...

Leia Mais...
Crônicas de Rufino Silva

domingo, 2 de julho de 2017

Domingo. Sem rumo. Mente exausta e meio sem planos.

Domingo. Sem rumo. Mente exausta e meio sem planos. Sem destino. Domingo. Não me pergunte nada. Mal desperto, notícia triste. Perdi um amigo de infância. O Luciano Pereira. É mais um que parte sem aviso a essa desagradável viagem só de ida. Vou aonde? Não sei. Planos desfeitos. Olho para a estrada, simplesmente nada. O tempo vai passando e os sonhos ficando pra traz, desencantos vindo ao presente e o futuro chamando incertezas. É a realidade da vida nua e crua. Bom mesmo, é parar pra pensar. Trancar tudo. Trancar a vida e deixar a mesma pelo meio dessa caminhada incerta e sobretudo, real... Domingo. Vinte quilômetros de viagem. Fazer essa manobra da vida e retornar de onde parti e recomeçar tudo de novo. Só que o tempo não para e esse domingo também. Ou tempo ladrão. Nem esse domingo posso nele pensar. Já, já, ele vai embora e eu mais uma vez, vou ficar sozinho.. 02.07.2017. Manhã de domingo.

Leia Mais:
Crônicas de Rufino Silva

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Somos essas gotas d'água que rolam na correnteza desse regato e dessa chuva de verão.

Somos essas gotas d'água que rolam na correnteza desse regato e dessa chuva de verão. Fim de inverno. São sentimentos direcionados ao leo é uma vontade louca de gritar a todos que busco nessa grossa chuva que se esvai e se perdem nesse infinito sem luz, sem vida...Que essas chuvas que caem em nossa cidade possam ser desviadas e esses trovões ecoando nos céus de minha vida e nesses sonhos que não são só meus, sonhos esses que murcharam minha vida de tristeza e de solidão... 29.06.2017.

Há dias em nossas vidas que simplesmente jogamos a toalha e nada mais nos emociona...

Há dias em nossas vidas que temos a ampla vontade de largar tudo, até mesmo de jogarmos a toalha e nos refugiar em nosso próprio deserto, dissimulando essa dor que atravessa em nosso dia a dia, nossos passos, nossa trajetória. Mas todo o dia tem suas mudanças e vantagens. Amanhã, quem sabe, as coisas vão mudar e um novo sol em minha vida vai brilhar... 28.06.2017. Quarta feira. No escritório 2, Triângulo de Aracoiaba. No Posto de combustíveis, em Aracoiaba..


LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Sonhar é do ser humano...

RUFINO SILVA
Sonhar é do ser humano... Não nos custa simplesmente nada e sequer se mede que você é impossibilitado de ter essa primazia. Vamos todos sonhar e dessa mera quimera e fantasia, com Deus no comando, poderemos gritar ao mundo que somos felizes e dessa conquista apenas nos custou o amor a Deus e Ele existe e Ele é o nosso Salvador, Ele jamais nos vai deixar sozinho, sempre vai acreditar na força desse Deus e desse imenso amor tão bem dedicado aos nossos semelhantes e irmãos... 26.06.2017. Segunda feira. É tarde quente, cheia de graças e esperanças... Autor, radialista e jornalista, Rufino Silva.

LEIA MAIS...
CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

domingo, 25 de junho de 2017

Mamãe, continuo te amando e esse sentimento nem o tempo vai apagar.

Somente hoje, 25.06.2017... um domingo indiferente ao giro do mundo, 11 dias, além de dois anos, que o brilho de vida, de dona Rocilda, deixou de brilhar... Busco motivos pra sorrir, inutilmente Caio na realidade e as lágrimas caem no meu rosto, como que tomassem o que restou de mim. Nada. Tento e não consigo demonstrar que estou bem. Embalde. Minhas rugas expostas são evidências de tantos dias e semanas que passo em claro, como se tivesse espinhos nessa mesma cama, que tantas é mais noites, minha mãe docente me embalou e cantou canções para ninar esse é outros filhos em noites geladas e tristes. Assim caminha a humanidade e o tempo. Coisas da vida. Amanhã um novo dia vai chegar, passa a vida, só nãos passa essa saudade que pouco a pouco se prolonga na curva do tempo, e em mim me fez moradia... Mamãe, continuo te amando e esse sentimento nem o tempo vai apagar. Domingo. 25.06.2017. Meio dia e meia.

LEIA MAIS
Crônicas de Rufino Silva