sexta-feira, 30 de junho de 2017

Somos essas gotas d'água que rolam na correnteza desse regato e dessa chuva de verão.

Somos essas gotas d'água que rolam na correnteza desse regato e dessa chuva de verão. Fim de inverno. São sentimentos direcionados ao leo é uma vontade louca de gritar a todos que busco nessa grossa chuva que se esvai e se perdem nesse infinito sem luz, sem vida...Que essas chuvas que caem em nossa cidade possam ser desviadas e esses trovões ecoando nos céus de minha vida e nesses sonhos que não são só meus, sonhos esses que murcharam minha vida de tristeza e de solidão... 29.06.2017.

Há dias em nossas vidas que simplesmente jogamos a toalha e nada mais nos emociona...

Há dias em nossas vidas que temos a ampla vontade de largar tudo, até mesmo de jogarmos a toalha e nos refugiar em nosso próprio deserto, dissimulando essa dor que atravessa em nosso dia a dia, nossos passos, nossa trajetória. Mas todo o dia tem suas mudanças e vantagens. Amanhã, quem sabe, as coisas vão mudar e um novo sol em minha vida vai brilhar... 28.06.2017. Quarta feira. No escritório 2, Triângulo de Aracoiaba. No Posto de combustíveis, em Aracoiaba..


LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Sonhar é do ser humano...

RUFINO SILVA
Sonhar é do ser humano... Não nos custa simplesmente nada e sequer se mede que você é impossibilitado de ter essa primazia. Vamos todos sonhar e dessa mera quimera e fantasia, com Deus no comando, poderemos gritar ao mundo que somos felizes e dessa conquista apenas nos custou o amor a Deus e Ele existe e Ele é o nosso Salvador, Ele jamais nos vai deixar sozinho, sempre vai acreditar na força desse Deus e desse imenso amor tão bem dedicado aos nossos semelhantes e irmãos... 26.06.2017. Segunda feira. É tarde quente, cheia de graças e esperanças... Autor, radialista e jornalista, Rufino Silva.

LEIA MAIS...
CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

domingo, 25 de junho de 2017

Mamãe, continuo te amando e esse sentimento nem o tempo vai apagar.

Somente hoje, 25.06.2017... um domingo indiferente ao giro do mundo, 11 dias, além de dois anos, que o brilho de vida, de dona Rocilda, deixou de brilhar... Busco motivos pra sorrir, inutilmente Caio na realidade e as lágrimas caem no meu rosto, como que tomassem o que restou de mim. Nada. Tento e não consigo demonstrar que estou bem. Embalde. Minhas rugas expostas são evidências de tantos dias e semanas que passo em claro, como se tivesse espinhos nessa mesma cama, que tantas é mais noites, minha mãe docente me embalou e cantou canções para ninar esse é outros filhos em noites geladas e tristes. Assim caminha a humanidade e o tempo. Coisas da vida. Amanhã um novo dia vai chegar, passa a vida, só nãos passa essa saudade que pouco a pouco se prolonga na curva do tempo, e em mim me fez moradia... Mamãe, continuo te amando e esse sentimento nem o tempo vai apagar. Domingo. 25.06.2017. Meio dia e meia.

LEIA MAIS
Crônicas de Rufino Silva

sábado, 17 de junho de 2017

Parabéns, amiga, amante e parceira... Feliz Aniversario!!

Djanira e Rufino Silva
Parabéns, amiga, amante e parceira... Feliz Aniversario. Hoje. 14.06.2017.

NÃO SOU MUITO DE FALAR DE MIM OU MESMO DA PESSOA, DJANIRA, A QUAL ME ATURA HÁ MAIS DE 40 ANOS. RECONHEÇO QUE NÃO SOU O MELHOR MARIDO DO MUNDO, MAS UMA COISA EU AFIRMO SEM HIPOCRISIA E SEM QUERER ME BAJULAR, SENDO ASSIM, ME FAZ LEMBRAR UMA DETERMINADA LETRA DA MÚSICA DO SAUDOSO CANTOR, PAULO SERGIO, QUE DIZ, MAIS OU MENOS ASSIM... SEI QUE MINHAS QUALIDADES, COBREM MEUS DEFEITOS. POIS BEM, VIVEMOS ENTREGUES A DUAS ETAPAS E EM TORNO DE TEMPOS DIFERENTES. VIVEMOS E PERTENCEMOS AS GERAÇÕES OPOSTAS E EM MUNDOS DIFERENTES. SOMOS FELIZES NUMA PROPORCIONALIDADE EQUIVALENTE AQUILO QUE PODEMOS DESFRUTAR. JAMAIS PODEMOS EXIGIR DA VIDA, AQUILO QUE ELA NÃO PODE NOS DAR. O MAIS IMPORTANTE DE UMA UNIÃO A DOIS, E RESPEITAR AS PESSOAS MUTUAMENTE E TENTAR DE TUDO, ACEITAR AS MESMAS, COMO ELAS SÃO. NÃO EXISTE FELICIDADE, EXISTEM MOMENTOS FELIZES, DEPOIS A VIDA SEGUE, ONDE SEMPRE PROCURAMOS SER AQUELE SEMEADOR DOS BONS INSTANTES, MAS SEMPRE BUSCANDO ESSA TAL FELICIDADE. ASSIM SOMOS, NOS DOIS, SEM NADA EXIGIR UM DO OUTRO. ENFIM, NINGUÉM E ESCRAVO DE NINGUÉM. ACHO QUE ESSA E A FORMULA IDEAL DE TERMOS NOS ATURADOS E COMERMOS TANTO FEIJÃO JUNTOS. E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE. FELICIDADE, DJANIRA, POR SEU ANIVERSARIO E ASSIM, COMO NOSSOS PAIS, POSSAMOS SEMPRE PLANTAR AINDA MAIS A CONTINUIDADE DE NOSSAS FUTURAS GERAÇÕES EM NOSSA FAMÍLIA, CUJO PRINCIPIO TEVE COMO NOS, O INICIO DE TUDO. E QUE ESSA CHAMA DO AMOR, POSSA REFLORIR EM OUTROS CORAÇÕES DESSA HUMANIDADE. PARABÉNS. FELIZ ANIVERSARIO... 14.08.2016. TE AMO. Rufino Silva Rufino Silva
FOTO: Djanira e Rufino Silva (14/06/17)
LEIA MAIS...
Crônicas de Rufino Silva

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Sorria...Embora que o mundo desconheça a dor que se passa dentro de si.

Rufino Silva
Sorria... Embora que o mundo desconheça a dor que se passa dentro de si. Se continuares sempre sorrindo, assim, todos pensarão diferentemente sobre você... Todos pensarão que és feliz. Domingo sem graça. Uma rotina e nada mais. 11.06.2017.

A família é a base de tudo... É a felicidade vinda de Deus... Obrigado pela minha família.... Bom domingo nesse recordar... ,11.06.2017.

Tarde de domingo. 11.06.2017...no Sítio Cinco Estrelas, do mano Sebastião Rufino, acompanhado do outro irmão, Gil da Vicunha. Como é bom você viver em paz com a Família. Obrigado Senhor... Foi assim que dona Rocilda nos ensinou...

Uma trégua é uma pausa para uma meditação... Mesmo exausto. Força para concluir essa labuta. Uma clássica paradinha e reabastecer as baterias humanas. Continuar essa trilha do trabalho. Um desafio que inicia às quatro e trinta e vai até Deus querer. Ele é o Homem que me guia e que me ilumina nas incertezas da vida... 08.06.2017. 13.00 Horas.
Rufino Silva


Leia Mais:
Crônicas de Rufino Silva



sexta-feira, 9 de junho de 2017

Ardorosamente com aquele ímpeto de muitas emoções, desejo de todo o coração...

ROCHINHA E RUFINO SILVA
Ardorosamente com aquele ímpeto de muitas emoções, desejo de todo o coração, uma bela e suave noite, onde poderemos em nossas fantasias transformar nossos devaneios na mais pura e doce realidade... Fazer de nossos impulsos naturais um foco real além de nossas volúpias e quimera de abraçar e beijar a pessoa certa e sedenta de amor. Que possamos despertar no doce colo dos amplos prazeres obtidos no verdadeiro sufoco desse sonhado amor. Votos esses migrados dentro desse coração sem juízo... Boa noite. 07.06.2017.

Leia Mais:
Crônicas de Rufino Silva

quarta-feira, 7 de junho de 2017

NEM O TEMPO VAI APAGAR ESSAS LEMBRANÇAS MARCANTES...

OH TEMPO LADRÃO. 

NEM O TEMPO VAI APAGAR ESSAS LEMBRANÇAS MARCANTES... NA CASA DE MINHA MÃE, DONA ROCILDA. EM UM DOMINGO DESSES QUE PASSARAM... MINHA MÃE TÃO FELIZ, FAZENDO NOSSA FELICIDADE... NOSSO CONVIDADO ESPECIAL, COMO SEMPRE, RÉGIS, MEU PARCEIRO DE VEREANÇA EM TEMPOS IDOS DE ARACOIABA, PRESENÇA SEMPRE AMÁVEL DO MANO GIL DA VICUNHA. AO LADO A NOSSA AMIGA, E ASSISTENTE DO MANO DEDIM, ME PARECE QUE NESSA DATA FOI SEU FELIZ ANIVERSÁRIO. ENFIM, FOLHAS CAÍDAS QUE NEM O VENTO CONSEGUE LEVAR PARA DISTANTE DE MIM. OH TEMPO LADRÃO. NOS ROUBA TUDO E DE REPENTE. ESSE É UM VERDADEIRO COQUETEL DE SAUDADES E DOCES LEMBRANÇAS... HOJE. 05.06.2016.

LEIA MAIS...

CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

sábado, 3 de junho de 2017

Se eu não visse, eu não acreditaria...

Se eu não visse, eu não acreditaria... Quase um Quilometro de densas filas para dar acesso ao palco onde o fenômeno e ídolo do forró, Wesley Safadão, vai dar seu show desse grande cantor ... Também banda Magnífico e outras atrações. Centro de eventos de Aracoiaba, provavelmente receberá 30 mil pessoas visitando nossa cidade de Aracoiaba. Conforme a mídia divulgou, a prefeitura não investiu um centavo nesse evento, pelo contrário, cada pessoa está doando, um quilo de alimento, que posteriormente será distribuído aos mais carentes. Obrigado, dona Bill, pela iniciativa. Obrigado ao prefeito Antonio Cláudio, por festas dessa natureza, onde o Maciço e o Sertão Central e a própria Capital, juntos, estão prestigiando a esse São João, em Aracoiaba... 01.06.2017.

Leia Mais...
Crônicas de Rufino Silva