terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Viajar, viajar...

Viajar, viajar... fazer da distância e da estrada, um lenitivo que abranda nossa ansiedade e cura de maneira salutar as feridas que ainda não cicatrizaram. Contactar com a natureza, fazer de nossas paragens , um intervalo de um sonho que não foi realizado. Enfim, tirar proveito desse próprio silencio amargo, das bravas lições, porque não dizer, dos desencantos e perdas, de uma ilusão perdida. 21,40 h. 18.02.2016. Quinta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário