terça-feira, 17 de janeiro de 2017

MINHA SANTA MISERICÓRDIA, ÁS VEZES, DÁ-ME VONTADE DE PARAR E LARGAR TUDO MESMO...


MINHA SANTA MISERICÓRDIA, ÁS VEZES, DÁ - ME VONTADE DE PARAR E LARGAR TUDO MESMO... TANTAS PEDRAS EM MEU CAMINHO, ONDE QUASE NINGUÉM ME APARECE PARA SER UM SIMÃO CIRINEU EM MINHA TÃO DIFÍCIL CAVALGADA... DE REPENTE TANTOS PROJETOS SE DESMORONAM E SE VÃO DESCER NESSE VENDAVAL DA VIDA. TANTAS LUTAS DESDITAS, SE PEDEM ALÉM DOS NOSSOS PENSAMENTOS E NOSSAS FRUSTRAÇÕES SE AVOLUMAM E NOS COLOCAM NESSE PATAMAR DE REVESES E TRISTEZAS. É A LUTA CONTRA O TEMPO E O RELÓGIO... SÃO OS MINUTOS QUE SE ECOAM NA LONGA VISÃO DE NOSSAS CONQUISTAS E DE REPENTE ELAS SE ESCONDEM POR TRAZ DESSE SOL QUE SE FOI E SEQUER AVISOU. SORRIR QUANDO DENTRO DE NÓS, A GENTE CHORA, PROCURANDO NÃO DEMONSTRAR DO PORQUE ESTAMOS EM PRANTOS. 

LAMENTAR PERDIDAS ILUSÕES E NESSE AMANHECER DE INCERTEZAS, VEJO PELA JANELA, ALGUÉM PASSAR E DIZER, ESSA É MINHA SINA E AQUI EU MESMO, QUEM SABE, SEREI FELIZ, EMBORA TARDIAMENTE, ONDE NINGUÉM VERÁ ESSE SORRISO TRANSBORDAR NO HOLOCAUSTO DESSA VIDA QUE SE FOI NUMA MANHÃ DE CHUVA E TRISTEZAS.. 09,02.2016. ( RUFINO SILVA ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário