terça-feira, 17 de janeiro de 2017

MEU EXÍLIO... SIM.

MEU EXÍLIO... SIM. ESSE E O LUGAR ONDE ME REFUGIO E DEIXO MINHAS QUEIXAS, MEU DESABAFO. MEU EXÍLIO. O SONHO MEU, O MEU CARRO... ELE ME LEVA AOS MAIS DISTANTES LUGARES QUE EU QUERO, MEU EXÍLIO, MEU ESPAÇO PREFERIDO DAS MINHAS GRANDES EMOÇÕES. E AQUI QUE DEIXO MEUS RASTROS, MINHAS MARCAS. ESSE E MEU ESCONDERIJO, MEU ETERNO EXÍLIO, MEUS SONHOS PERDIDOS. Sábado sem graça...05.03.2016,

Quinta... feira. 04.03.2016. Céu nublado. Já é quase meio dia. Paro e penso na vida e ninguém para a me ouvi, nesse monologo, onde as palavras se perdem na distancia e nos todos, mudamos, nosso foco e a vontade de sermos eternamente felizes...

Ouvindo e curtindo Mauricio Reis, adoro brega. Ele fala e expressa a voz de nosso coração sofrido... Música, Verônica... domingo sem graça...28.02.2016. Manhã sem sol...

Nenhum comentário:

Postar um comentário